Mozambique
MapoList


Parcerias Público Privado com Moçambique não foram muito atractivas para chineses

O ministro da Economia e Finanças explicou ao @Verdade por que razões Moçambique não tem conseguido tirar maior proveito das oportunidades de financiamento chinês. “(...)Estávamos muito mal publicitados ao nível da China”. De acordo com Adriano Mal
@Verdade - Últimas

Parcerias Público Privado com Moçambique não foram muito atractivas para chineses

O ministro da Economia e Finanças explicou ao @Verdade por que razões Moçambique não tem conseguido tirar maior proveito das oportunidades de financiamento chinês. “(...)Estávamos muito mal publicitados ao nível da China”. De acordo com Adriano Maleiane “Mesmo vendendo a ideia de PPP (Parceira Público Privado) parece que não foi muito atractivo para os investidores chineses”. O @Verdade revelou que a percepção generalizada que Moçambique tem recebido milhões em financiamentos da China não corresponde a realidade. Dos 60 biliões de dólares em investimentos, linhas de crédito e donativos que o gigante país asiático disponibilizou no âmbito do Fórum de Cooperação China-África (FOCAC) o nosso país obteve o equivalente a cerca de 335 milhões de dólares norte-americanos entre 2015 e 2018, bem menos do que os 963 milhões garantidos pelo Governo de Armando Guebuza entre 2013 e 2015. Questionado pelo @Verdade o ministro Maleiane começou por explicar que: “O programa que eles no venderam foi de aumento daquilo que eles chamam capacidade produtiva, apoiar Moçambique para ter uma capacidade em todos os sectores. E o que o Governo sempre quis é ter os empresários chineses a virem para Moçambique como investidores e não como implementadores de empréstimos que nós contraímos”. “Esse processo continuamos a pensar que é o mais correcto. O que aconteceu é que os empresários chineses não conheciam bem isso e nós aqui tínhamos sempre a ideia que era preciso dar a lista de projectos que o Governo acha que são prioritários. E nós fizemos isso que é para a parte chinesa interessar os empresários chineses que iriam pedir financiamento lá e o Governo não teria nada com o assunto”, aclarou. Contudo, de acordo com o titular da Economia e Finanças, na óptica dos chineses estava a faltar alguma coisa. “Mesmo vendendo a ideia de PPP (Parceria Público Privado) parece que não foi muito atractivo para os investidores chineses”. “(...)Primeiro estávamos muito mal publicitados ao nível da China e cá nós também não encontramos melhor forma e seguimos um pouco à risco aquilo que eles diziam que era só submetermos a lista dos projectos”, esclareceu Adriano Maleiane. Respondendo a questão do @Verdade, durante o encontro que teve com jornalista recentemente, o ministro da Economia e Finanças revelou que neste momento o Governo está a estruturar melhor a abordagem de como tira proveito das oportunidades do FOCAC, que tem mais 60 biliões de dólares norte-americanos para África até 2021. “Moçambique prefere nesta fase receber mais investidores do que mais crédito” Maleiane aprofundou que existe a possibilidade de investidores chineses entrarem no financiamento da barragem de Mphanda Nkuwa e mesmo da Espinha Dorsal de energia Tete – Maputo “em vez do Estado andar a pedir financiamentos para depois virem empresas chinesas fazerem, eles podem ir directamente pedir financiamento para entrar e serão tratados como investidores normais, com aqueles incentivos que nós damos”. O governante revelou ainda que na actual situação de insustentabilidade da Dívida Pública Externa Moçambique “está a dizer, e não é só a China mas a a todos (Parceiros), que Moçambique prefere nesta fase receber mais investidores do que mais crédito”. “Porque crédito que nós podemos ter para a sustentabilidade da nossa dívida tem que ser altamente concessionais e crédito da China e dos outros não são muito” declarou o ministro Maleiane indicando que o melhor crédito concessional que Moçambique tem obtido é da Agência Japonesa de Desenvolvimento, “ninguém se com a JICA que o juro é 0,01 por cento para pagar em 40 anos com praticamente 30 de graça”. Para o triénio 2018 – 2021 a China colocou à disposição dos países africanos mais 60 biliões de dólares norte-americanos repartidos em assistência não reembolsável, empréstimos sem juros e empréstimos preferenciais no valor de 15 biliões de dólares; uma linha de crédito no valor de 20 biliões de dólares; um fundo especial financeiro China-África do desenvolvimento no valor de 10 biliões de dólares; um fundo especial de financiamento e de comércio para a importação da África no valor de 5 biliões de dólares; e mas 10 biliões de para empresas chinesas a investirem no nosso continente. A 31 de Dezembro de 2017 o nosso país devia a China 118,2 biliões de meticais (cerca de 1,9 bilião de dólares norte-americanos), a maior Dívida Pública Externa de Moçambique a um único país.

Número de mortos em incêndio em oleoduto nigeriano chega a 60 pessoas

Sessenta pessoas morreram após incêndio em um oleoduto no sudeste da Nigéria, afirmou um porta-voz da Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências (Nema) nesta segunda-feira, três dias depois de as autoridades informarem que o número inicial de mor
@Verdade - Últimas

Número de mortos em incêndio em oleoduto nigeriano chega a 60 pessoas

Sessenta pessoas morreram após incêndio em um oleoduto no sudeste da Nigéria, afirmou um porta-voz da Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências (Nema) nesta segunda-feira, três dias depois de as autoridades informarem que o número inicial de mortos estaria em 16. A companhia estatal de petróleo disse que o bombeamento no sistema 2E da rede de oleodutos estava suspenso. “Iremos retomar o bombeamento de produtos muito em breve”, afirmou o porta-voz da Empresa Nacional Nigeriana de Petróleo (NNPC) Ndu Ughamadu à Reuters nesta segunda-feira. “Nós acabamos com o fogo, agora estamos bombeando água no oleoduto para detectar outros possíveis vazamentos”. O Oleoduto Sistema 2E é uma importante rede que fornece gasolina importada e produção de petróleo para refinarias de Port Harcourt para grande parte do sudeste e norte do país. As duas refinarias em Port Harcourt estão operando bem abaixo da capacidade de 210 mil barris por dia. Num comunicado enviado por email, a NNPC disse que evitava bombear combustível para o depósito de Enugu, no sudeste do país, que “ainda estaria sendo sub-utilizado apesar de sua recente reativação pela NNPC”.

Enchentes deixam pelo menos 13 mortos no sul da França

Pelo menos 13 pessoas morreram no sul da França em consequência de algumas das piores enchentes em um século a atingir a área, disseram autoridades locais nesta segunda-feira. Helicópteros foram mobilizados para resgatar pessoas nos telhados de suas c
@Verdade - Últimas

Enchentes deixam pelo menos 13 mortos no sul da França

Pelo menos 13 pessoas morreram no sul da França em consequência de algumas das piores enchentes em um século a atingir a área, disseram autoridades locais nesta segunda-feira. Helicópteros foram mobilizados para resgatar pessoas nos telhados de suas casas, mas o clima ruim está dificultando as operações, disse o prefeito do departamento de Aude, Alain Thirion, à BFM TV. Cerca de 250 bombeiros e 100 policiais estão envolvidos nos esforços. O porta-voz dos serviços nacionais de emergência, Michael Bernier, disse que 13 pessoas morreram e que uma ainda está desaparecida. Milhares estão sendo retirados da área, onde autoridades disseram que o equivalente a sete meses de chuva caiu em apenas uma noite. “As pessoas estão ilhadas nos telhados. Teremos que usar aeronaves para retirá-las porque não conseguimos alcançá-las de barco, dada a força da água. É perigoso demais”, disse. Entre as áreas mais atingidas estão os vilarejos de Conques-sur-Orbiel e Villardonnel, onde as águas chegaram às janelas do primeiro andar de algumas residências. A região de Aude é conhecida pela cidade medieval fortificada de Carcassonne. As enchentes ocorreram sem aviso. Pelo menos uma pessoa foi arrastada pelo furor das águas enquanto dormia, disse Thirion. Imagens de televisão mostraram rios correndo furiosamente depois de derrubar árvores e postes de eletricidade de concreto e levando carros de roldão. Acredita-se que o nível das águas continuará a subir na área nesta segunda-feira, já que se previam chuvas até o final da manhã. Escolas locais foram fechadas, e os moradores foram orientados a ficarem em casa.

Expedição sul-coreana de escalada no Nepal termina com 9 mortos

Cinco alpinistas sul-coreanos e quatro guias nepalenses que participavam de uma expedição de escalada no Himalaia morreram depois que um grande bloco de gelo caiu provocando fortes ventos que os lançou contra um penhasco, informou um socorrista nesta segun
@Verdade - Últimas

Expedição sul-coreana de escalada no Nepal termina com 9 mortos

Cinco alpinistas sul-coreanos e quatro guias nepalenses que participavam de uma expedição de escalada no Himalaia morreram depois que um grande bloco de gelo caiu provocando fortes ventos que os lançou contra um penhasco, informou um socorrista nesta segunda-feira. Este foi o pior desastre do tipo a acontecer no Nepal desde 2015, quando 18 alpinistas morreram em uma avalanche provocada por um grande terremoto na base do Monte Everest. A equipe que tentava escalar o Monte Gurja, um pico de 7.193 metros, era liderada por Kim Chang-ho, veterano de escaladas que havia atingido recordes de velocidade em 14 das maiores montanhas do mundo. O acidente parece ter acontecido na quinta ou sexta-feira, disse Suraj Paudyal, funcionário de resgate da companhia de helicópteros privada envolvida na recuperação dos corpos, que estavam espalhados por uma ampla área nas montanhas. “Alguns corpos estavam do lado de um penhasco, enquanto outros estavam no desfiladeiro”, disse Paudyal, um dos primeiros a chegar ao local, acrescentando que a área só foi alcançada com o lançamento de uma corda de 100 metros do helicóptero e com a utilização de cintos especiais. “Um enorme bloco de gelo, de prováveis 100 metros de altura, provavelmente caiu da montanha em um desfiladeiro, enviando fortes ventos que atingiram o acampamento, jogaram os alpinistas de um penhasco para dentro de um barranco”, disse Paudyal à Reuters nesta segunda-feira. O socorrista não entrou em detalhes sobre como conseguiu reconstruir a sequência de eventos. Autoridades do Nepal disseram não ter informações sobre o incidente, que aconteceu em uma área remota. O Nepal está a organizar-se para enviar de volta para casa os corpos dos sul-coreanos após realização de exames, disse Surendra Thapa, autoridade do Ministério de Turismo.

Balanço de duas explosões em Baidoa, na Somália passa para 22 mortos

O balanço das vítimas das duas explosões perpetradas por dois kamikazes sábado último à noite na cidade de Baidoa, capital da província de Bay, no sudoeste, subiu para 22 mortos e mais de 30 feridos, anunciou domingo o governador provincial, Ali Ouarti
@Verdade - Últimas

Balanço de duas explosões em Baidoa, na Somália passa para 22 mortos

O balanço das vítimas das duas explosões perpetradas por dois kamikazes sábado último à noite na cidade de Baidoa, capital da província de Bay, no sudoeste, subiu para 22 mortos e mais de 30 feridos, anunciou domingo o governador provincial, Ali Ouartiri Duo. Citado pelo site de informações somalí, «La Nouvelle Somalie», Ouartiri acusou o movimento terrorista Chabab de estar atrás destes ataques, denunciando a determinação do mesmo de matar civis. Indicou que alguns feridos precisam de tratamentos médicos fora do país. Por seu turno, o diretor-geral do Hospital de Baidoa, Abdel Fatteh Hachi, indicou domingo a jornalistas que no seu estabelecimento deram entrada 20 corpos foram recuperados e quase 40 feridos, vítimas das duas explosões. Um oficial da Polícia da cidade afirmou sábado que duas pessoa kamikazes, explodir no recinto de dois restaurantes em Baidoa. As duas explosões seguem-se a raides aéreos norte-americanos contra extremistas do movimento Shabab na localidade de Galguduud, no centro da Somália. Combatentes do movimento rebelde e islamita perpetraram sábado à noite um ataque contra uma base das forças quenianas no sudoeste da Somália, assinala-se, entrando em confrontos com as forças quenianas. As duas partes utilizaram armas ligeiras e pesadas mas ainda não foi dada nenhuma informação sobre as baixas registadas em ambos lados. As forças quenianas utilizaram helicópteros para perseguir combatentes Shabab que, por sua vez, atacaram a base, fugindo para o mato nas redondezas. Este domingo coincidiu com o primeiro aniversário do mais sangrento ataque na história da Somália, precisamente a explosão de um camião armadilhado, que fez, a 14 de outubro de 2017, mais de 500 mortos e várias centenas de feridos. A ofensiva ocorrida numa das intersecções mais frequentadas de Mogadíscio causou ao mesmo tempo danos avultados nos arredores das zonas visadas. O Governo somali instaurou um monumento de recordação a nível da interseção na ocasião do primeiro aniversário do sinistro. O primeiro-ministro somalí, Ali Hassan Kheiri, assistiu domingo à cerimónia de comemoração das vítimas do «ataque terrorista», assinala-se.

Polícia desmantela grupo acusado de abusos sexuais e roubos no Dondo

A Polícia da república de Moçambique (PRM), em Sofala, afirma ter desarticulado uma quadrilha que semeava terror assaltando residências e abusando sexualmente mulheres, à noite, no distrito de Dondo, província de Sofala. Em conexão com o caso, cinc
@Verdade - Últimas

Polícia desmantela grupo acusado de abusos sexuais e roubos no Dondo

A Polícia da república de Moçambique (PRM), em Sofala, afirma ter desarticulado uma quadrilha que semeava terror assaltando residências e abusando sexualmente mulheres, à noite, no distrito de Dondo, província de Sofala. Em conexão com o caso, cinco indivíduos encontram-se a ver o sol aos quadradinhos no Comando Distrital de Dondo, onde as ocorrências eram participadas por algumas vítimas. Os crimes de que eles são indiciados visava o roubo bens que eles consideravam valiosos, incluindo dinheiro, segundo a confissão de um deles. “Roubei mesmo e estes são gatunos porque roubamos juntos”, declarou um dos suspeitos, apontando o dedo acusador a outros dois elementos que os considerou seus comparsas. O visado foi detido várias, no passado, acusado de prática de assalto mas tem-se revelado incorrigível, conforme as suas próprias declarações. “Tentei mudar, mas quando as coisas já estão no osso são difíceis de mudar”. Daniel Macuácua, porta-voz da PRM, em Sofala, apelou às vítimas a denunciarem tempestivamente os crimes de que são alvos. Corporação acredita que com a detenção das cinco pessoas apesentadas à imprensa e reconhecidas por algumas vítimas, alguns assaltos poderão ser esclarecidos. A investigados prossegue no sentido de deter os restantes membros da quadrilha, a PRM acredita estarem a monte.

Desconhecidos assaltam, ferem e roubam na Beira

Uma pessoa ficou gravemente ferida na sequência de um assalto a uma bomba de combustível, protagonizado por 12 indivíduos armados, na madrugada da última sexta-feira (12), na cidade Beira, centro de Moçambique. A gangue ainda não foi identificada. O
@Verdade - Últimas

Desconhecidos assaltam, ferem e roubam na Beira

Uma pessoa ficou gravemente ferida na sequência de um assalto a uma bomba de combustível, protagonizado por 12 indivíduos armados, na madrugada da última sexta-feira (12), na cidade Beira, centro de Moçambique. A gangue ainda não foi identificada. O caso ocorreu por volta das 02h00 no bairro do Aeroporto e a vítima foi um agente de segurança privada que estava em serviço. Os supostos meliantes, com uma arma de fogo em punho e vários instrumentos contundentes cortantes, surpreenderam o guarda, desferiram duros golpes contra ele e amarraram-no. Ele foi socorrido para o Hospital Central da Beira (HCB), onde ficou alguns dias internando. Acto contínuo, os bandidos destruíram o vidro frontal da gasolineira e já no interior roubaram dinheiro cuja quantia não tinha sido apurada até à publicação deste texto. Daniel Macuácua, porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Sofala, confirmou a ocorrência e explicou que, para além do ferimento ao guara e dos prejuízos causados, os gatunos destruíram o sistema de vídeo vigilância que tinha sido instalado na gasolineira. Na circunstância, dois bombeiros do estabelecimento lesado foram igualmente molestado pelo grupo, mas, felizmente, sem males maiores. O bandidos roubaram também cheques emitidos no próprio dia do assalto, disse Macuácua. Já na cidade de Nampula, a Polícia deteve um grupo de 30 indivíduos acusados de assassinato de pelo menos cinco pessoas durante os assaltos a residências e na via pública com recurso a armas de fogo e brancas. A gangue é composta por presumíveis malfeitores que integravam um outro grupo de criminosos que se intitulam “os que não comem”, ao qual as autoridades imputam responsabilidades em relação ao terror que se alastra em Nampula, de há tempos a esta parte.

SELO: “Os que não comem”: Mais do que um assunto da polícia, uma questão de governação ...

Surgiu, nos últimos dias, na cidade de Nampula, um grupo de jovens malfeitores que se auto denomina “os que não comem”, que vem espalhando terror e luto em algumas famílias desta urbe. No entanto, informações actualizadas dão conta que foram captura
@Verdade - Últimas

SELO: “Os que não comem”: Mais do que um assunto da polícia, uma questão de governação ...

Surgiu, nos últimos dias, na cidade de Nampula, um grupo de jovens malfeitores que se auto denomina “os que não comem”, que vem espalhando terror e luto em algumas famílias desta urbe. No entanto, informações actualizadas dão conta que foram capturados e estão as contas com as autoridades policiais. Este acontecimento parece estar a ser visto como mais um caso que envolve delinquentes, que na calada da noite ataca as pessoas para se apoderar de bens materiais e na sequência acabam tirando a vida de inocentes. Entretanto, vendo na sua profundidade dei-me conta que não se trata de malfeitores comuns. Por um lado, o “grupo dos que não comem” é composto por adolescentes e jovens com idades que variam entre os 16 e não mais do que 25 anos, salvo o erro. Por outro lado, o grupo teve a ousadia de baptizar-se com um nome peculiar e que chama a atenção. E é partir do nome adoptado por estes jovens que prefiro olhar este acontecimento. No meu ponto de vista, “Os que não comem”, querem transmitir uma mensagem clara de insatisfação face as poucos ou quase inexistentes oportunidades ou mesmo a falta de actividades que possam ocupar a mente dos jovens nesta cidade. É do conhecimento dos moçambicanos que a província de Nampula é das mais corruptas do país, desde a base da sociedade afectando o pacato cidadão, até as instituições governamentais. O clientelismo e o nepotismo tomaram conta do modo de vida dos cidadãos desta cidade e província, as oportunidades de emprego são escassas e só se fazem sentir num pequeno grupo de cidadãos com privilégios. Existe uma insatisfação generalizada por parte dos cidadãos com o governo central, e isto reflecte-se também nos períodos eleitorais. “Os que não comem” não passam de jovens excluídos e marginalizados que colocam a culpa pelo seu sofrimento, pela falta de oportunidades de emprego no governo, e na elite política do país e da província, e não tendo uma forma racional de resolver os seus problemas optam por descontar nas pessoas praticando o crime, deixando assim uma mensagem que diz: “aqui estamos nós”, “olhem por nós”, “queremos a vossa atenção”, ou por outra “também queremos comer”. A província de Nampula, em particular a cidade de Nampula já teve os seus momentos de orgulho e mérito quando brilhava nas áreas desportivas e culturais. Hoje o cenário é de desgosto. No quesito desporto, a prática tornou-se deficitária, hoje pouco desporto se pratica seja por competição ou lazer, sem mencionar a questão cultural que sequer ouve-se falar. Os espaços de recreação, de lazer e sobretudo de estímulo positivo da mente não existem. A resolução do problema como os “dos que não comem” e outros semelhantes a este e que envolvam a juventude não parte somente por mantê-los encarcerados a cumprir penas nos calabouços, porque cenários destes tem ampla probabilidade de se repetir. Dêem aos jovens algo positivo com que ocupar a mente. As decisões e não decisões do governo têm de ter em conta a juventude para que estes possam se sentir incluídos e de certa forma ocupados com algo positivo nas suas vidas. O investimento em várias áreas de educação, competição escolar e académica, recreação, desporto, cultura, etc. é fundamental, prioritário e urgente. Por Raúl Barata

3ª feira fresca no Sul e de calor no Centro e Norte; 28º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta terça-feira (16) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula continuação de tempo quente, com céu pouco nublado temporariamente nublado. Vento d
@Verdade - Últimas

3ª feira fresca no Sul e de calor no Centro e Norte; 28º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta terça-feira (16) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula continuação de tempo quente, com céu pouco nublado temporariamente nublado. Vento de nordeste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala tempo fresco localmente muito quente em Tete e Sofala. Céu pouco nublado localmente muito nublado. Possibilidade de chuvas fracas, podendo ocorrer em regime moderado nos distritos de Sussundenga, Gondola, Manica, Báruè, Macossa, Tambara e Guro, acompanhadas por vezes de trovoadas. Vento de sueste a nordeste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputotempo fresco com céu pouco nublado localmente muito nublado. Chuvas fracas ou chuviscos nas províncias de Gaza e Inhambane, acompanhadas por vezes de trovoadas. Vento de sueste a nordeste fraco a moderado. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 28 19 Xai-Xai 24 20 Inhambane 29 23 Vilankulo 29 23 Beira 30 24 Chimoio 26 17 Tete 39 24 Quelimane 35 23 Nampula 35 22 Pemba 30 22 Lichinga 31 18  

Orçamento em ano de reeleição com défice de 90 biliões de meticais e uso das Mais Valias; ...

Depois de haver falhado várias das suas promessas eleitorais Filipe Nyusi aposta num Orçamento “social” para recuperar a confiança dos moçambicanos para mais cinco anos de governação. Apesar da contenção que se impõe a despesa Pública ascende a
@Verdade - Últimas

Orçamento em ano de reeleição com défice de 90 biliões de meticais e uso das Mais Valias; ...

Depois de haver falhado várias das suas promessas eleitorais Filipe Nyusi aposta num Orçamento “social” para recuperar a confiança dos moçambicanos para mais cinco anos de governação. Apesar da contenção que se impõe a despesa Pública ascende a 340 biliões de meticais, porém o défice aumenta para 90 biliões de meticais afinal as receitas internas deverão cifrar-se em 244 biliões. A solução é reforça-las com as Mais Valias. Respondendo a Sociedade Civil a Agricultura teve uma dotação de 11 por cento do Orçamento do Estado (OE) para 2019. Com a economia ainda a crescer pouco, a expectativa do Governo é que atinja os 4,7 por cento, a inflação num dígito, 6,5 por cento, o défice a crescer, para -8,9 por cento, a prioridade em 2019 é ganhar as eleições e para isso as receitas internas, projectadas para 244,2 biliões de meticais não chegam para cobrir os custos de funcionamento, 196,5 biliões, e ainda fazer os mínimos e imprescindíveis investimentos públicos, estimados em 102 biliões de meticais. “(...) Para além da Receita que se prevê arrecadar em 2019, o Governo irá fazer o uso de receitas fiscais de mais valias de 2017, provenientes da transação da concessão da área 4 de exploração do gás natural, na Bacia do Rovuma, entre as empresas ENI e Exxon Mobil para financiar projectos de Investimento Público, nas áreas de construção e reabilitação de estradas, abastecimento de água potável, e construção de infraestruturas de saúde”, pode-se ler na proposta de Orçamento do Estado que o @Verdade analisou. Aliás o @Verdade revelou que antes mesmo do Orçamento de Estado(OE) ser aprovado pela Assembleia da República Nyusi lançou a sua campanha usando as Mais Valias que vão pagar o programa acelerado de aumento do acesso a água potável nas cidades, vilas e em zonas rurais. Com fundos da mesma proveniência deverá enfim ser reabilitada da única estrada que conecta o Sul, Centro e Norte de Moçambique e ainda retomada a construção de hospitais distritais e a finalização da construção do Hospital Geral de Nampula e do Hospital Provincial de Inhambane. O Executivo indica na sua proposta de OE que no próximo ano é que se irão sentir mais os efeitos das medidas de contenção, as admissões só vão acontecer na Saúde(2.126 novos profissionais, dos quais 80 médicos, 100 técnicos de Saúde de nível superior e 1.946 nível médio), Educação (6.413 novos professores em todos os níveis do ensino, dos quais 6.060 para o ensino primário, 153 para o ensino secundário e 200 no Ensino Técnico Profissional), e na Agricultura (399 técnicos, dos quais 283 extensionistas e 116 investigadores). Nos restantes sectores a mobilidade do pessoal da Administração Pública é a prioridade e novas contratações somente em casos excepcionais e para a contratação de 1 funcionário 3 deverão sair do quadro. No entanto, e apesar destas medidas, a despesa com pessoal deverá aumentar em 2019, mais de 12 por cento do que em 2018, para 104,6 biliões de meticais atingindo 10,2 por cento do Produto Interno Bruto, acima dos 8 por cento de massa salarial recomendada pelo Fundo Monetário Internacional. Dotação para Agricultura e Desenvolvimento Rural aumenta mais do que duplicou O sector da Educação continua a ser o que recebe a maior dotação, não fosse aquele que emprega o maior número de funcionários, e por isso aumenta para 56,6 biliões de meticais ainda assim uma redução em termos percentuais da despesa global. Para a Saúde o crescimento foi pequeno mais ainda assim a alocação cresce para 27,9 biliões de meticais, quase menos 1 por cento da despesa total comparativamente a 2018. A dotação para infra-estruturas de estradas, água, saneamento e energia reduz ligeiramente para 39,2 biliões de meticais e fica-se em 14,9 por cento da despesa global, contra 17,6 por cento neste ano. Invertendo a tendência das dotações dos anos anterior a Agricultura e Desenvolvimento Rural recebeu um aumento assinalável para 2019 que ascende a 29,1 biliões de meticais, mais do dobro dos 13 biliões de 2018, elevando a dotação para 11 por cento do Orçamento do Estado. Apesar destes, e outras apostas, sociais e eleitoralistas o Executivo de Nyusi assume que algumas das suas promessas ficarão por cumprir como a distribuição de 700 mil carteiras escolares, deverá ficar-se por 282.234 unidades, o rácio professor por alunos que a meta era baixar para 57 ficará em 62,7 alunos por turma. No que a infra-estruturas diz respeito a promessa de reabilitar 2.774 quilómetros de estradas nacionais e regionais não deverá ultrapassar os 618 quilómetros enquanto em termos de asfaltagem atingirá somente 773 quilómetros, a meta eram 2.097 quilómetros.

Camião com migrantes sofre acidente na Turquia e deixa 22 mortos

Vinte e duas pessoas, incluindo crianças, morreram quando um camião que transportava migrantes sofreu um acidente na província turca ocidental de Izmir, no domingo, disse a agência de notícias estatal Anadolu. Os destroços do camião estão em um can
@Verdade - Últimas

Camião com migrantes sofre acidente na Turquia e deixa 22 mortos

Vinte e duas pessoas, incluindo crianças, morreram quando um camião que transportava migrantes sofreu um acidente na província turca ocidental de Izmir, no domingo, disse a agência de notícias estatal Anadolu. Os destroços do camião estão em um canal cerca de 20 metros abaixo de uma estrada da qual trafegava, mostraram vídeos e fotos publicados pela Anadolu. Treze pessoas ficaram feridas e foram levadas de ambulância para hospitais próximos, disse. Um promotor público iniciou uma investigação sobre o acidente e o motorista do caminhão pode ser preso após tratamento hospitalar, acrescentou. De acordo com a agência de notícias privada Demiroren (DHA), os passageiros do caminhão eram migrantes estrangeiros que haviam chegado a um acordo com traficantes para serem transportados de barco para a ilha grega de Samos ao sul de Izmir. Nove dos feridos eram crianças, disse a DHA. Não ficou claro de onde eram os migrantes. A Turquia tornou-se um dos principais pontos de partida para mais de um milhão de migrantes que tomam a rota marítima para os países da UE em 2015, muitos fugindo do conflito e da pobreza no Oriente Médio e na África. O afluxo de migrantes foi drasticamente reduzido por um acordo de 2016 entre Ancara e a UE, depois de centenas de pessoas terem morrido na travessia para ilhas gregas a poucos quilómetros da Turquia.

Qualificação CAN 2019: Cabo Verde conquista primeira vitória no Grupo L diante da Tanzânia

A selecção cabo-verdiana de futebol conquistou, sexta-feira, no Estádio Nacional, na cidade da Praia, a sua primeira vitória no Grupo L de apuramento para Campeonato Africano das Nações (CAN) a acontecer em 2019 diante da sua congénere da Tanzânia po
@Verdade - Últimas

Qualificação CAN 2019: Cabo Verde conquista primeira vitória no Grupo L diante da Tanzânia

A selecção cabo-verdiana de futebol conquistou, sexta-feira, no Estádio Nacional, na cidade da Praia, a sua primeira vitória no Grupo L de apuramento para Campeonato Africano das Nações (CAN) a acontecer em 2019 diante da sua congénere da Tanzânia por 3 a 0. Trata-se da primeira vitória cabo-verdiana nesta competição, depois da derrotada em casa, na primeira jornada, pelo Uganda (0-1) e de um empate fora com o Lesoto. No primeiro jogo do treinador português Rui Águas no Estádio Nacional, na sua segunda experiência como seleccionador de Cabo Verde, a grande figura da partida foi o avançado Ricardo Gomes, ex-jogador do Nacional da Madeira (Portugal), que marcou dois dos três golos, aos 15 e 23 minutos, ao passo que o outro tento foi apontado pelo defesa Stopira, a seis minutos do fim do jogo. Na próxima terça-feira, Cabo Verde defrontará a sua similar da Tanzânia, em Dar es Salaam, a capital do mesmo país, em jogo da quarta jornada do Grupo L. Eis os resultados da 3ª jornada das eliminatórias para o CAN de 2019: Grupo A 13 de Outubro - Guiné Equatorial 0-1 Madagáscar 13 de Outubro - Senegal 3-0 Sudão Grupo B 12 de Outubro – Camarões 1-0 Malawi 13 de Outubro - Marrocos 1-0 ilhas Comores Grupo C 12 de Outubro - Gabão 3-0 Sudão do Sul 12 de Outubro - Mali 0-0 Burundi Grupo D 12 de Outubro - Togo 1-1 Gâmbia 12 de Outubro - Argélia 2-0 Benin Grupo E 12 de Outubro - Nigéria 4-0 Líbia 13 de outubro – África do Sul 6-0 ilhas Seychelles Grupo F 10 de Outubro - Etiópia 0-0 Quénia 11 de Outubro - Gana vs Serra Leoa (anulado por suspensão da Serra Leoa pela FIFA). Grupo G 11 de Outubro - Congo 3-1 Libéria 13 de Outubro - RD Congo 1-2 Zimbabwe Grupo H 12 de outubro - Costa do Marfim 4-0 República Centroafricana 12 de burro.– Guiné Conakry 2-0 Ruanda Grupo I 12 de Outubro - Angola 4-1 Mauritânia 13 de outubro - Burkina Faso 3-0 Botswana Grupo J 12 de Outubro - Egipto 4-1 eSwatini (ex-Swazilândia) 13 de Outubro - Tunísia 1-0 Níger Grupo K 10 de Outubro - Zâmbia 2-1 Guiné-Bissau 13 de outubro - Moçambique 1-2 Namíbia Grupo L 12 de Outubro – Cabo Verde 3-0 Tanzânia 13 de Outubro - Uganda 3-0 Lesoto Os jogos da quarta jornada são disputados de 14 a 16 de Outubro corrente. Os dois primeiros classificados de cada um dos 12 grupos qualificam-se para a fase final do CAN-2019, à excepção do grupo B que integra os Camarões, anfitrião da prova.

Corpos de 11 bebés são encontrados escondidos em antiga funerária de Detroit

Os corpos de 11 bebés foram encontrados em uma antiga funerária em Detroit, na sexta-feira, depois de as autoridades receberem uma dica por meio de carta anónima, disse a polícia. A polícia investiga o caso, após as autoridades encontrarem nove corpo
@Verdade - Últimas

Corpos de 11 bebés são encontrados escondidos em antiga funerária de Detroit

Os corpos de 11 bebés foram encontrados em uma antiga funerária em Detroit, na sexta-feira, depois de as autoridades receberem uma dica por meio de carta anónima, disse a polícia. A polícia investiga o caso, após as autoridades encontrarem nove corpos em decomposição dentro de uma caixa e dois em um caixão, todos escondidos atrás de um tecto falso na antiga Casa Funerária Cantrell, afirmou o tenente Brian Bowser a repórteres. “Temos que descobrir o que aconteceu e por que aconteceu”, afirmou ele, acrescentando que a polícia estava tentando entrar em contacto com Raymond Cantrell, antigo dono da funerária. A Reuters não conseguiu encontrar Cantrell imediatamente. As autoridades estão identificando os corpos e notificando os pais. Não está claro há quanto tempo os corpos estavam escondidos. Bowser disse que alguns dos bebés pareciam natimortos.

Duplo atentado suicida do Al Shabab deixa pelo menos 16 mortos na Somália

Pelo menos 16 pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas neste sábado em um duplo atentado suicida com bomba em Baidoa, no sudoeste da Somália, cometido num restaurante e num café, informou a imprensa local. No primeiro ataque, um homem detonou o cole
@Verdade - Últimas

Duplo atentado suicida do Al Shabab deixa pelo menos 16 mortos na Somália

Pelo menos 16 pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas neste sábado em um duplo atentado suicida com bomba em Baidoa, no sudoeste da Somália, cometido num restaurante e num café, informou a imprensa local. No primeiro ataque, um homem detonou o colete com explosivos que estava vestindo em um restaurante da cidade, matando pelo menos sete pessoas, segundo a rádio local «SBC». Minutos mais tarde, um segundo agressor se explodiu na popular cafeteria Beder, deixando nove mortos e ferindo um número indeterminado de pessoas. O grupo jihadista Al Shabab, que aderiu formalmente à rede terrorista Al Qaeda em 2012, reivindicou a autoria dos ataques. O duplo atentado ocorre um dia antes do primeiro aniversário do pior ataque deste grupo terrorista na história da Somália, quando 512 pessoas morreram na explosão de um caminhão-bomba em Mogadíscio. O Al Shabab foi perdendo terreno no centro e no sul do país, depois que forças americanas, junto ao Exército somali e a Missão da União Africana na Somália (AMISOM), uniram forças para combater o grupo terrorista.

Depois do tempo chuvoso calor regressa a Moçambique; 35º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta segunda-feira (15) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado temporariamente muito nublado. Possibilidade de ocorrência de chuvisc
@Verdade - Últimas

Depois do tempo chuvoso calor regressa a Moçambique; 35º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta segunda-feira (15) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado temporariamente muito nublado. Possibilidade de ocorrência de chuviscos dispersos. Vento de nordeste por vezes de nordeste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu pouco nublado com periodo muito nublado. Possibilidade de aguaceiros com trovoadas ou chuvas fracas principalmente na província de Manica ao entardecer. Vento de leste a nordeste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas na faixa costeira. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo tempo ameno a quente com céu muito nublado, passando a pouco nublado a limpo em Maputo e Gaza. Possibilidade de ocorrência de chuviscos durante a madrugada. Vento de nordeste a noroeste fraco a moderado, rodando para sueste ao entardecer soprando por vezes com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 35 19 Xai-Xai 33 19 Inhambane 30 21 Vilankulo 29 22 Beira 31 23 Chimoio 34 15 Tete 39 23 Quelimane 34 23 Nampula 34 21 Pemba 31 23 Lichinga 29 15

Domingo tempo fresco e com chuvas fraca no Sul, calor no Centro e Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este domingo (14) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado localmente muito nublado. Possibilidade de ocorrência de chuvas fracas loca
@Verdade - Últimas

Domingo tempo fresco e com chuvas fraca no Sul, calor no Centro e Norte

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este domingo (14) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado localmente muito nublado. Possibilidade de ocorrência de chuvas fracas locais. Vento de leste a nordeste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu pouco nublado com periodo muito nublado. Possibilidade de chuvas fracas ou chuviscos locais. Vento de sueste a leste fraco a moderado. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo tempo fresco a frio com céu muito nublado em Maputo e Gaza, passando a pouco nublado na segunda metade do dia de domingo. Continuação de ocorrência de chuvas fracas a moderadas em regime intermitente, até as primeiras horas do dia de amanha, por vezes acompanhadas de trovoadas. Vento de sueste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas, rodando para nordeste ao entardecer. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 25 17 Xai-Xai 24 20 Inhambane 26 21 Vilankulo 28 21 Beira 30 23 Chimoio 31 18 Tete 37 21 Quelimane 31 24 Nampula 34 21 Pemba 30 23 Lichinga 27 16  

Pergunta a Tina: será que o preservativo rompeu ou é devido ao longo tempo de abstinência?

Olá, tenho 46 anos de idade e há quatro que não fazia sexo, ontem quebrei o jejum e fiz usando preservativo. No dia seguinte, começaram dores, será que o preservativo rompeu ou é devido ao longo tempo de abstinência? Olá, caro leitor. As dores nã
@Verdade - Últimas

Pergunta a Tina: será que o preservativo rompeu ou é devido ao longo tempo de abstinência?

Olá, tenho 46 anos de idade e há quatro que não fazia sexo, ontem quebrei o jejum e fiz usando preservativo. No dia seguinte, começaram dores, será que o preservativo rompeu ou é devido ao longo tempo de abstinência? Olá, caro leitor. As dores não são com certeza causadas porque o preservativo rompeu. Mesmo que tivesse apanhado uma infecção, ela não poderia manifestar-se logo no dia seguinte. Quanto à abstinência prolongada, poderá ser, mas seria necessário conhecer melhor a localização, intensidade e duração das dores. Recomendamos que continue a usar a camisinha, mas tome as disposições necessárias para evitar romper.

Sábado de céu pouco nublado e chuvas fracas; 24º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este sábado (13) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado com períodos de muito nublado. Ocorrência de chuvas fracas ou chuviscos loc
@Verdade - Últimas

Sábado de céu pouco nublado e chuvas fracas; 24º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para este sábado (13) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado com períodos de muito nublado. Ocorrência de chuvas fracas ou chuviscos locais. Vento de nordeste a sueste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu pouco nublado localmente muito nublado. Possibilidade de chuvas fracas ao longo da faixa costeira, podendo ocorrer em regime moderado no extremo norte da província da Zambézia. Vento de nordeste a sueste fraco a moderado. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo céu geralmente muito nublado. Ocorrência de chuvas fracas a moderadas. Possibilidade de trovoadas em Maputo e sul de Gaza. Vento de sueste fraco a moderado, soprando por vezes com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 24 16 Xai-Xai 25 19 Inhambane 30 22 Vilankulo 29 20 Beira 30 21 Chimoio 30 17 Tete 38 20 Quelimane 32 21 Nampula 33 21 Pemba 30 23 Lichinga 27 11

Dívida Pública de Moçambique ascende a 12 biliões de dólares e continua acima dos limites ...

A Dívida Pública de Moçambique ascendeu a 12,7 biliões de dólares em 2017, onde 10,9 biliões é Externa que mantêm-se acima dos limites de sustentabilidade, pelo segundo ano consecutivo, embora os rácios relativamente ao Produto Interno Bruto (PIB) te
@Verdade - Últimas

Dívida Pública de Moçambique ascende a 12 biliões de dólares e continua acima dos limites ...

A Dívida Pública de Moçambique ascendeu a 12,7 biliões de dólares em 2017, onde 10,9 biliões é Externa que mantêm-se acima dos limites de sustentabilidade, pelo segundo ano consecutivo, embora os rácios relativamente ao Produto Interno Bruto (PIB) tenham melhorado desde 2016 devido a estabilização cambial em Moçambique. A Dívida Pública total ascende a 12,7 biliões de dólares norte-americanos, contra 11,3 biliões em 2016, onde 10,9 biliões de dólares corresponde a Dívida Externa indicam dados apresentados pelo ministro da Economia e Finanças num encontro de apresentação a proposta de Orçamento de Estado para 2019 a jornalistas em Maputo. Contam para esse montante de endividamento externo 9,4 biliões de dólares de dívida multilateral (4,1 biliões de dólares), bilateral (4,5 biliões de dólares) e os títulos Mozam 2023 (727 milhões de dólares), somados a 1,1 bilião de dólares das Garantias Soberanas emitidas à favor da Proindicus, MAM e algumas outras Empresas Públicas, aos quais acresce ainda 248 milhões de dólares de endividamento do Banco de Moçambique. A Dívida Pública Interna, segundo o Ministério da Economia e Finanças (MEF), estava cifrada em 1,8 biliões de dólares norte-americanos em 2017. Adriano Maleiane não indicou qual o stock deste endividamento Público em percentagem do PIB mas dados do Fundo Monetário Internacional (FMI) consultados pelo @Verdade indicam que depois de atingir os 128,3 por cento em 2016 a Dívida Pública correspondeu a 111,9 por cento do Produto Interno Bruto de 2017. Nos dados revelados pelo MEF o @Verdade apurou que com estes montantes todos indicadores de sustentabilidade da Dívida Externa mantiveram-se acima dos limites estabelecidos pelo Banco Mundial assim como pelo FMI. O indicador da Dívida Externa versus PIB, que indica a capacidade de reembolso pela Economia, é cifrado em 57,6 por cento pelo Governo e nos 67,1 por cento pelo FMI, ambos acima do limite de referencia que é de 40 por cento. Rácios de sustentabilidade incumpridos devido as Garantias Soberanas ilegais O rácio da liquidez que as Receitas de Exportação cobrem o Serviço da Dívida, que não deveria ultrapassar os 150 por cento, atingiu em 2017 os 198,4 por cento de acordo com as contas do Executivo e 176,7 por cento nas contas do FMI. No que diz respeito a Dívida Externa versus as Receitas Corrente em 2017, cujo rácio de referência é de 250 por cento, foi de 244,7 por cento nos número do Governo e de 265,6 por cento segundo o Fundo Monetário. Já a capacidade de reembolso da Dívida Externa pelas Exportações, que não deveria passar dos 20 por cento, chegou aos 21,4 por cento na óptica do Executivo e aos 18,2 por cento de acordo com o FMI. Por fim o indicador da capacidade do Executivo de financiar o Serviço da Dívida através de recursos próprios, que não deve ultrapassar os 20 por cento, ascendeu a 26,4 por cento em 2017 nas contas do Governo e está nos 27,3 por cento segundo o Fundo Monetário. O ministro Adriano Maleiane recordou que os rácios de sustentabilidade da Dívida Pública em 2015 estavam dentro dos parâmetros recomendados pelo Banco Mundial e pelo FMI. Porém a inclusão da Garantias Soberanas emitidas ilegalmente à favor das estatais Proindicus, da EMATUM e da MAM associado a depreciação do metical em relação ao dólar norte-americano originou o incumprimento de todos os indicadores de sustentabilidade. O titular da Economia e Finanças indicou ainda os rácios de sustentabilidade em 2017 melhoraram comparativamente a 2016 apenas pelo efeito da apreciação do metical.

Indonésia prorroga busca por vítimas de tragédia; tremor em Java mata 3 pessoas

A Indonésia prorrogou nesta quinta-feira as buscas por vítimas do terremoto de magnitude 7,5 e do tsunami na ilha de Sulawesi a pedido dos familiares das muitas pessoas ainda desaparecidas, informou a agência nacional de mitigação de desastres. Cerca
@Verdade - Últimas

Indonésia prorroga busca por vítimas de tragédia; tremor em Java mata 3 pessoas

A Indonésia prorrogou nesta quinta-feira as buscas por vítimas do terremoto de magnitude 7,5 e do tsunami na ilha de Sulawesi a pedido dos familiares das muitas pessoas ainda desaparecidas, informou a agência nacional de mitigação de desastres. Cerca de 10 mil agentes de resgate se empenhavam no que teria sido o último dia de buscas nas ruínas da cidade litorânea de Palu, atingida pelo desastre duplo no dia 28 de Setembro, enquanto parentes torciam para que seus entes queridos fossem encontrados para receberem um enterro digno. Mas o porta-voz da agência de desastres disse durante um boletim à imprensa em Jacarta que a busca continuará até a noite de sexta-feira. O saldo oficial de mortes chegou a 2.073. Ninguém sabe quantas pessoas ainda podem ser encontradas nos bairros arrasados de Palu, mas podem chegar a 5 mil, disse a agência de desastres. Se ainda fosse necessário algum lembrete das placas tectônicas da Indonésia, ele veio na forma de um tremor de magnitude 6 no litoral das ilhas de Java e Bali na manhã desta quinta-feira, que matou três pessoas em Java, danificou edifícios e causou pânico. Encontros anuais do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial acontecem nesta semana em Bali e contam com a presença de mais de 19 mil delegados e outros convidados, incluindo ministros, chefes de bancos centrais e líderes de alguns países. Em Palu, no litoral oeste de Sulawesi, centenas de quilômetros a leste de Bali, sobreviventes aguardavam notícias junto aos escombros que sepultaram seus parentes enquanto trabalhadores e escavadeiras operavam. “Não tenho mais lágrimas, só o que quero é encontrá-los”, disse Ahmad, agricultor de 43 anos que esperava junto a uma pilha de destroços que um dia foi sua casa no bairro de Balaroa, em Palu. A sua esposa e suas duas filhas estão desaparecidas nas ruínas. Balaroa e outros bairros de Palu foram devastados pela liquefação, que acontece quando um terremoto abala um terreno suave e úmido e o transforma em um líquido viscoso e turvo. A terceira filha de Ahmad ficou gravemente ferida e foi levada à cidade de Makassar para receber tratamento. “Ela é tudo que me sobrou. Tudo que eu possuía, todo o resto, se foi”, disse.

Deslizamento de terra deixa 11 mortos na Colômbia

Um deslizamento de terra provocado por fortes chuvas deixou 11 mortos, incluindo quatro crianças, na cidade colombiana de Marquetalia, informou a agência de gestão de desastres da Colômbia nesta quinta-feira. O deslizamento, que ocorreu por volta das 2
@Verdade - Últimas

Deslizamento de terra deixa 11 mortos na Colômbia

Um deslizamento de terra provocado por fortes chuvas deixou 11 mortos, incluindo quatro crianças, na cidade colombiana de Marquetalia, informou a agência de gestão de desastres da Colômbia nesta quinta-feira. O deslizamento, que ocorreu por volta das 2h30 no horário local, fez com que parte de uma encosta caísse sobre diversas casas, indicaram fotos publicadas no Twitter pela agência de gestão de desastres da província de Caldas. “A informação oficial sobre o que aconteceu em Marquetalia é de 11 mortos, o número de desaparecidos ainda não é exato e o terreno está sendo avaliado para retirada preventiva de famílias”, disse a agência da província. O deslizamento também deixou quatro feridos, informou a agência nacional em comunicado, acrescentando que as operações de resgate foram temporariamente suspensas devido à chuva. A vice-presidente da Colômbia, Marta Lucía Ramírez, visitará a área com autoridades de gestão de desastres, afirmou o presidente Ivan Duque a repórteres.

Furacão Michael deixa 7 mortos nos EUA; casas são devastadas na Flórida

A violência do furacão Michael ficou visível nesta quinta-feira em cidades costeiras devastadas na Flórida, onde fileiras de casas foram arrancadas de suas fundações, telhados arrancados de escolas pela força quase recorde da tempestade que deixou set
@Verdade - Últimas

Furacão Michael deixa 7 mortos nos EUA; casas são devastadas na Flórida

A violência do furacão Michael ficou visível nesta quinta-feira em cidades costeiras devastadas na Flórida, onde fileiras de casas foram arrancadas de suas fundações, telhados arrancados de escolas pela força quase recorde da tempestade que deixou sete mortos nos Estados Unidos da América. Panes de comunicação e ruas bloqueadas por árvores caídas, linhas de transmissão espalhadas e destroços tornavam difícil fazer uma avaliação completa dos estragos causados pelo Michael nesta quinta-feira, mas o quadro inicial é desolador. O Michael abateu-se sobre o litoral noroeste da Flórida perto da pequena cidade de Mexico Beach na quarta-feira com ventos de 250 quilómetros por hora, empurrando uma parede de água do mar sobre o continente. O céu clareou nesta quinta-feira, um contraste com a chuva torrencial do dia anterior. Vídeos feitos pela rede CNN a partir de um helicóptero mostraram que as casas de Mexico Beach próximas ao mar perderam tudo, menos as fundações. Algumas quadras mais adentro do continente, cerca de metade dos lares foram reduzidos a pilhas de madeira e paredes laterais, e aqueles ainda de pé sofreram danos graves. A tempestade, o terceiro furacão mais intenso a atingir o território continental dos Estados Unidos, enfraqueceu de madrugada e se tornou uma tempestade tropical, seguindo para o nordeste nesta quinta-feira e provocando chuvas fortes na Geórgia e nas Carolinas, Estados que ainda estão se recuperando da passagem do furacão Florence um mês atrás. O furacão matou pelo menos sete pessoas na Flórida, na Geórgia e na Carolina do Norte com queda de árvores e outros incidentes relacionados ao furacão, disseram autoridades. Os feridos na Flórida foram levados a hospitais em Tallahassee, com alguns machucados após a tempestade com queda de galhos de árvores, disse Allison Castillo, diretora de serviços de emergência no Capital Regional Medical Center.

Tribunal militar do Egipto sentencia 17 pessoas a morte por ataques contra igrejas

Um tribunal militar egípcio sentenciou 17 pessoas a morte nesta quinta-feira por envolvimento em ataques a bombas em três igrejas e num posto de controle policial em 2016 e 2017, que mataram mais de 80 pessoas, relatou a agência de notícias estatal Mena.
@Verdade - Últimas

Tribunal militar do Egipto sentencia 17 pessoas a morte por ataques contra igrejas

Um tribunal militar egípcio sentenciou 17 pessoas a morte nesta quinta-feira por envolvimento em ataques a bombas em três igrejas e num posto de controle policial em 2016 e 2017, que mataram mais de 80 pessoas, relatou a agência de notícias estatal Mena. Dezenove outros receberam sentenças de prisão perpétua pelos ataques, que atingiram igrejas no Cairo, na cidade mediterrânea de Alexandria e na cidade de Tanta, no delta do rio Nilo, relatou a Mena. As sentenças podem ser recorridas. A Reuters não pôde determinar imediatamente se os acusados haviam apresentado recursos, ou contatar seus advogados. A minoria cristã copta do Egipto, que representa uma estimativa de 10 por cento da população, tem sido um alvo frequente de ataques e de perseguição desde um levante que derrubou o ex-presidente Hosni Mubarak em 2011. Militantes do Estado Islâmico reivindicaram responsabilidade pelos ataques a bomba em Alexandria e Tanta, ambos ataques suicidas no Domingo de Ramos em Abril de 2017. Os dois ataques deixaram um total de 45 mortos. O grupo também reivindicou responsabilidade por um ataque em Dezembro de 2016, que deixou 28 mortos, em uma capela adjacente à catedral de São Marcos, no Cairo. A catedral é a sede do papa copta Teodoro II e a segurança normalmente é reforçada. A agência Mena informou que alguns dos réus também são suspeitos de terem realizado um ataque contra um posto de controle no deserto ocidental do Egito que matou ao menos oito policiais no ano passado.

Previsão de chuva nesta 6ª feira em Moçambique; 30º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta sexta-feira (12) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado com períodos de muito nublado. Possibilidade de chuvas fracas locais. Ve
@Verdade - Últimas

Previsão de chuva nesta 6ª feira em Moçambique; 30º em Maputo

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê o seguinte estado do tempo para esta sexta-feira (12) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado com períodos de muito nublado. Possibilidade de chuvas fracas locais. Vento de nordeste a leste fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu pouco nublado, localmente muito nublado. Possibilidade de aguaceiros com trovoadas ou chuvas fracas na província da Zambézia. Vento de nordeste a leste fraco a moderado. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo céu pouco nublado passando a muito nublado na segunda metade do dia 12( sexta-feira). Possibilidade de chuvas fracas acompanhadas de trovoadas durante a noite da sexta-feira. Vento de nordeste fraco a moderado, rodando para sueste soprando com rajadas. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 30 20 Xai-Xai 29 19 Inhambane 31 20 Vilankulo 29 21 Beira 31 21 Chimoio 32 16 Tete 38 21 Quelimane 32 20 Nampula 33 20 Pemba 30 22 Lichinga 27 16  

Apenas 4,7 biliões de meticais para serem repartidos de forma não equitativa pelos 53 ...

Enquanto decorre a contagem dos votos das 5ª Eleições Autárquicas o @Verdade apurou na proposta de Orçamento de Estado para 2019 que os vencedores terão muito pouco dinheiro para materializar as promessas, muitas delas irrealistas, feitas aos munícipe
@Verdade - Últimas

Apenas 4,7 biliões de meticais para serem repartidos de forma não equitativa pelos 53 ...

Enquanto decorre a contagem dos votos das 5ª Eleições Autárquicas o @Verdade apurou na proposta de Orçamento de Estado para 2019 que os vencedores terão muito pouco dinheiro para materializar as promessas, muitas delas irrealistas, feitas aos munícipes dos 53 Conselhos Autárquicos, são apenas 4,7 biliões de meticais para serem repartidos de forma não equitativa. A cidade de Maputo recebe a maior fatia, 797,6 milhões de meticais, enquanto a alocação para o município de Nyamayabue é de somente 12,9 milhões de meticais. Nos últimos dias os moçambicanos foram bombardeados com sonhos de acesso a água potável, saneamento, escola, unidade sanitária, electricidade, estrada só para citar algumas das imensas promessas dos candidatos a presidentes dos Conselhos Autárquicos do nosso país. Terminada a romaria eleitoral a verdade é que quase nenhuma dessas promessas deverá tornar-se em realidade para a maioria dos munícipes dos 53 Conselhos Autárquicos. Primeiro porque salvo a cidade de Maputo nenhum outro recebeu ainda do Executivo as competências para a gestão desses serviços, ao abrigo transferência de funções do Estado para as autarquias locais. Contudo mais do que a falta de vontade política do partido Frelimo, particularmente no que respeita aos municípios da Beira e de Nampula, a verdade é que os Conselhos Autárquicos estão longe de conseguirem gerar receitas que os permita fazer a gestão de infra-estruturas básicas e por isso sobrevivem do dinheiro que o Governo Central aloca todos os anos para o seu funcionamento e pequenos investimentos. Na proposta de Orçamento de Estado para o próximo ano, a que o @Verdade teve acesso, o Governo alocou 4,7 biliões de meticais para os 53 municípios, menos de 10 por cento mais do que em 2018 quando dotou de 4,3 biliões de meticais. Neste montante 3 biliões são para o funcionamento de cada um dos 53 Conselhos Autárquicos e somente 1,6 bilião é para investimentos. O maior quinhão cabe ao Conselho Autárquico de Maputo que vai receber 797,6 milhões de meticais, um crescimento de cerca de 77 milhões comparativamente ao presente ano. No entanto graças a sua base tributária a cidade de Maputo quase não precisaria de alocação do Orçamento do Estado para funcionar pois consegue gerar essas receitas. Já a menor porção do orçamento municipal vai para o Conselho Autárquico de Nyamayabue, na província de Tete, que tem uma alocação de 12,9 milhões de meticais, pouco mais de 1 milhão mais do que em 2018. A título comparativo todo orçamento para Nyamayabue não chegaria para construir um único Centro de Saúde do tipo II, que está orçado em pelo menos 15 milhões de meticais. A construção de uma escola secundaria que faz falta em Nyamayabue custaria pelo menos 180 milhões de meticais. Já cada quilómetro de estrada alcatroada custa pelo menos 60 milhões de meticais. Orçamento dos municípios da Beira e Nampula não cobriria sequer custo do funcionamento dos hospitais A segunda mais importante cidade do nosso país, o Conselho Autárquico da Beira, deverá receber 433,5 milhões de meticais em 2019, dos quais 297,6 milhões para o seu funcionamento, um aumento de pouco mais de 40 milhões comparativamente ao presente ano. A chamada “capital Norte”, o Conselho Autárquico de Nampula, tem uma dotação orçamental de 308,8 milhões de meticais, contra 281,1 milhões que recebeu este ano. Para investimentos existem somente 100 milhões de meticais e 208 milhões são para o funcionamento da autarquia. O custo de funcionamento anual do Hospital Central de Nampula é de 295 milhões de meticais enquanto da unidade similar no “Chiveve” é 362 milhões de meticais, portanto incomportáveis para as autarquias respectivas. Outro importante município, Quelimane, tem previsto receber 152 milhões de meticais, um aumento de pouco mais de 11 milhões em relação a 2018, mas é tanto quase o que foi alocado pelo Estado ao Conselho Autárquico de Xai-Xai, que tem alocados 123,9 milhões de meticais. Paradoxalmente só em dois lotes de carros de luxo para os “dirigentes” do Governo Central Filipe Nyusi gastou mais de 372 milhões de meticais, mais do que o Orçamento para Nampula, ou das dotações juntas para Quelimane e Xai-Xai.  

Vala comum com 70 corpos descoberta na Líbia

Um total de 70 corpos foram descobertos, terça-feira à noite, numa vala comum numa fazenda situada no sudoeste de Sirtes, a quase 450 quilómetros a leste de Tripoli, capital líbia, anunciou uma fonte de segurança. Segundo a fonte, presume-se que seja
@Verdade - Últimas

Vala comum com 70 corpos descoberta na Líbia

Um total de 70 corpos foram descobertos, terça-feira à noite, numa vala comum numa fazenda situada no sudoeste de Sirtes, a quase 450 quilómetros a leste de Tripoli, capital líbia, anunciou uma fonte de segurança. Segundo a fonte, presume-se que sejam combatentes do grupo Daech (Estado Islâmico) mortos durante a guerra pela libertação da cidade que foi ocupada por esta organização terrorista. Membros da força de protecção da cidade de Sirtes, representantes da Procuradoria Geral e do Crescente Vermelho líbio recolheram os corpos que foram entregues às autoridades competentes para os devidos procedimentos, indicou esta quarta-feira o comandante da Força de Proteção e Segurança de Sirtes, coronel-major Abdallah al-Naas. «É provável que os corpos pertençam a combatentes do Daech mortos em 2016 durante a guerra com forças fiéis ao Governo de União Nacional», sublinha a mesma fonte que não dá mais pormenores. Lembre-se que o Daech ocupou, em 2014, a cidade de Sirtes, criando nele um Emirado, o único no mundo pertencente à organização terrorista fora dos seus bastiões no Iraque e na Síria, antes de ser expulso em dezembro de 2016 pelas forças governamentais líbias.

Ministro das Finanças da África do Sul demite-se por suspeita de corrupção

O ministro das Finanças da África do Sul, Nhlanhla Nene, demitiu-se na terça-feira depois de reconhecer que se reuniu com membros da família Gupta, que são acusados de corrupção. A família é suspeita de ter trabalhado com o antigo Presidente Jacob Zu
@Verdade - Últimas

Ministro das Finanças da África do Sul demite-se por suspeita de corrupção

O ministro das Finanças da África do Sul, Nhlanhla Nene, demitiu-se na terça-feira depois de reconhecer que se reuniu com membros da família Gupta, que são acusados de corrupção. A família é suspeita de ter trabalhado com o antigo Presidente Jacob Zuma para garantir contratos com o Governo e determinar nomeações do Executivo. As alegações são negadas pela família e por Zuma. Contudo, na semana passada, o ministro demissionário disse a uma comissão de inquérito, liderada por juízes, sobre a suposta influência dos Gupta que se reuniu com a família pelo menos seis vezes entre 2009 e 2014. Nene tinha anteriormente negado esses encontros. Não há indícios de que tenha feito alguma coisa ilegal ao encontrar-se com os empresários da família durante os seus mandatos como vice-ministro e ministro das Finanças de Zuma. No entanto, Nene tem estado sob intensa pressão política para se demitir. Zuma demitiu-o em 2015 mas acabaria por ser reconduzido pelo actual Presidente, quando Cyril Ramaphosa tomou posse em Fevereiro. Depois de revelar os detalhes dessas reuniões, o ministro emitiu um pedido de desculpas público dizendo: “Eu também sou humano. Cometo erros, incluindo os de má avaliação.” Ramaphosa disse que Nene “defendeu a causa da boa gestão financeira e da governação limpa”. Mas aceitou a sua demissão por Nene temer que o seu depoimento “desvalorize a importante tarefa de servir o povo da África do Sul”. Nene é substituído pelo ex-chefe do Banco Central Tito Mboweni. Trata-se da quinta mudança de ministro das Finanças no país desde 2014.

Enchentes deixam pelo menos 9 mortos em ilha espanhola de Maiorca

Pelo menos nove pessoas, incluindo dois britânicos, morreram devido a fortes chuvas e enchentes que atingiram a ilha espanhola de Maiorca na noite de terça-feira, informaram autoridades. Torrentes de água arrastaram carros em ruas estreitas da cidade d
@Verdade - Últimas

Enchentes deixam pelo menos 9 mortos em ilha espanhola de Maiorca

Pelo menos nove pessoas, incluindo dois britânicos, morreram devido a fortes chuvas e enchentes que atingiram a ilha espanhola de Maiorca na noite de terça-feira, informaram autoridades. Torrentes de água arrastaram carros em ruas estreitas da cidade de Sant Llorenc. Rios transbordaram, alagando ruas e casas e obrigando pessoas a se abrigarem em um centro desportivo na cidade vizinha de Manacor. Pelo menos outras seis pessoas ainda estão desaparecidas, informaram o jornal El País e outros veículos, embora serviços de emergência tenham dito que não podiam confirmar esse número. Duas das vítimas eram britânicas, disse Antonia Bauza, funcionária de alto escalão da prefeitura de San Llorenc, à rádio Cadena Ser. “Foi uma tempestade enorme. Cerca de 180 litros de chuva caíram só em duas horas, e percebemos que não conseguíamos controlar a água”, disse. “A situação é desastrosa, estamos tentando localizar sobreviventes e ajudar as pessoas, mas tudo está inundado e as pessoas não conseguem sair de casa”, acrescentou. Moradores retiraram água e lama de suas casas quando as enchentes diminuíram na manhã desta quarta-feira, deixando as laterais das ruas repletas de veículos destroçados e as praias cobertas de destroços. Dois homens foram encontrados mortos nesta quarta-feira, um em Arta, cidade do noroeste, e outro em S’illot, mais ao sul ao longo do litoral, disseram os serviços de emergência no Twitter. Um nona vítima foi encontrada cerca de uma hora depois, acrescentaram.

Terremoto deixa 3 mortos na ilha indonésia de Java

Um terremoto de magnitude 6 atingiu as ilhas indonésias de Java e Bali na quinta-feira (horário local), informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos, matando três pessoas em Java, danificando alguns edifícios e causando pânico entre os moradores.
@Verdade - Últimas

Terremoto deixa 3 mortos na ilha indonésia de Java

Um terremoto de magnitude 6 atingiu as ilhas indonésias de Java e Bali na quinta-feira (horário local), informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos, matando três pessoas em Java, danificando alguns edifícios e causando pânico entre os moradores. O terremoto, localizado no mar de Bali, também abalou edifícios na ilha e alguns moradores deixaram suas casas na capital de Bali, Denpasar. As reuniões anuais do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial estão a decorrer esta semana em Bali e com a participação de mais de 19.000 autoridades e outros convidados, incluindo ministros, chefes de bancos centrais e alguns líderes. As três mortes ocorridas em Java aconteceram depois que prédios desmoronaram enquanto as pessoas dormiam, disse Sutopo Purwo Nugroho, porta-voz da agência de combate a desastres da Indonésia, em um comunicado. A Indonésia sofreu um forte terremoto de magnitude 7,5 e tsunami no mês passado na ilha de Sulawesi, que matou mais de 2.000 pessoas.

Mulher morta e atirada ao poço em Nampula

Indivíduos desconhecidos assassinaram uma jovem de 30 anos de idade e atiraram o cadáver a um poço com pelo menos 12 metros de profundidade, na segunda-feira (08), na cidade de Nampula. Com requintes de crueldade, o homicídio ocorreu de madrugada, no b
@Verdade - Últimas

Mulher morta e atirada ao poço em Nampula

Indivíduos desconhecidos assassinaram uma jovem de 30 anos de idade e atiraram o cadáver a um poço com pelo menos 12 metros de profundidade, na segunda-feira (08), na cidade de Nampula. Com requintes de crueldade, o homicídio ocorreu de madrugada, no bairro de Murrapaniua. Os moradores relatam, com frequência, casos de assaltos na via pública, em residências e agressões físicas. Joaquina Uragaia foi inicialmente dada como desaparecida e havia esperança de ser localizada com vida. Quando os familiares procuraram por ela, encontraram-na, infelizmente, já sem vida, dentro de um poço, a poucos metros da sua residência. Até à publicação deste texto, os parentes da vítima ainda não conheciam os contornos do crime, nem as motivações. A expectativa era que as autoridades policiais facultassem algum esclarecimento. Zacarias Nacute, porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Nampula, disse que estão em curso acções com vista a encontrar os presumíveis malfeitores.

Divulgado “Memorando de Entendimento Sobre Assuntos Militares” e sua efectivação vai ...

O Presidente da República, Filipe Nyusi, mandou tornar público o “Memorando de Entendimento Sobre Assuntos Militares”, cujo conteúdo era desconhecido na íntegra, desde o início das conversações entre o Governo e a Renamo. O Desarmamento, a Desmobil
@Verdade - Últimas

Divulgado “Memorando de Entendimento Sobre Assuntos Militares” e sua efectivação vai ...

O Presidente da República, Filipe Nyusi, mandou tornar público o “Memorando de Entendimento Sobre Assuntos Militares”, cujo conteúdo era desconhecido na íntegra, desde o início das conversações entre o Governo e a Renamo. O Desarmamento, a Desmobilização e a Reintegração (DDR) dos homens da Renamo vai durar 210 dias (sete meses), contados a partir de 06 de Outubro em curso, em que o Chefe do Estado anunciou o início da desmilitarização. O documento em alusão esclarece que o DDR visa “garantir a segurança e a estabilidade do país, bem como construir um ambiente de confiança e reconciliação entre os moçambicanos (...)”. O Desarmamento consistirá na recolha, entrega e tratamento final do armamento e dos artefactos bélicos na posse dos efectivos armados da Renamo. A Desmobilização será a passagem à vida civil dos guerrilheiros da Renamo, os que não forem integrados nas Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM), enquanto a Reintegração será a sua reinserção sócio-económica. O enquadramento dos oficiais oriundos da Renamo na Polícia da República de Moçambique (PRM) visa «profissionalizar-lhes e reforçar a confiança entre as partes». “O enquadramento justo é o acesso a responsabilidade de comando e direcção no mais alto nível de hierarquia das FADM e noutras unidades, bem como nas unidades da PRM”, em conformidade com o acordo entre o Chefe do Estado e o líder da Renamo. Deve salvaguardar “a competência, o mérito e o profissionalismo”. O enquadramento, ainda segundo o “Memorando de Entendimento Sobre Assuntos Militares”, é feito mediante a apresentação, pela Renamo, da lista dos oficiais cuja situação deseja que seja regularizada. A mesma lista será alvo de estudo e avaliação para melhor encaminhamento e colocação dos guerrilheiros da “perdiz”. Confirmados os consensos, o enquadramento, por exemplo, dos oficiais da Renamo deverá durar 120 dias. Concluído este processo, seguirão os demais processos. A Renamo deverá entregar a informação sobre os seus efectivos armados, sua localização, o armamento em sua posse e outro material bélico. Refira-se que a Renamo exige posições nas FADM e na PRM, bem como traça o cronograma para a efectivação do processo. Neste contexto, já se encontraram em Moçambique, há dias, os peritos estrangeiros solicitados pelo Governo e a Renamo para testemunhar o processo de desarmamento, desmobilização e reintegração.

Estado moçambicano continua na iminência de perder milhões dos custos “recuperáveis” da ...

O Estado moçambicano continua na iminência de perder milhões em receitas fiscais dos custos recuperáveis declarados em 2015 pelas multinacionais ENI e Anadarko cujo prazo de certificação termina este ano porque o Instituto Nacional de Petróleos (INP) a
@Verdade - Últimas

Estado moçambicano continua na iminência de perder milhões dos custos “recuperáveis” da ...

O Estado moçambicano continua na iminência de perder milhões em receitas fiscais dos custos recuperáveis declarados em 2015 pelas multinacionais ENI e Anadarko cujo prazo de certificação termina este ano porque o Instituto Nacional de Petróleos (INP) ainda não concluiu as respectivas auditorias. É prática comum das multinacionais que operam na indústria extractiva encontrar formas de evitar o pagamento de impostos através da extrapolação dos custos de produção e operação declarando milhões de dólares como como custos “recuperáveis”, ao abrigo da legislação moçambicana. Para se evitar essa fuga ao fisco os custos declarados recuperáveis devem ser alvo de certificação por parte das autoridades moçambicanas e, no sector do gás e petróleo, o INP é a entidade responsável por auditar as contas desses empresas num prazo máximo de 3 anos sob pena dos mesmos serem considerados válidos. Desde 2015 que o Tribunal Administrativo tem alertado para a inércia do Instituto Nacional de Petróleos e apresenta inúmeras disparidades nos valores declarados pela ENI e a Anadarko relativamente as suas operações nas Áreas 1 e 4, da Bacia do Rovuma. Em Fevereiro Carlos Zacarias, o Presidente do Conselho de Administração do INP, passado disse ao @Verdade que “a certificação de custos é um processo complexo” no entanto estava agendada para Abril. Na passada segunda-feira (08) o @Verdade questionou novamente ao INP se pelo menos a certificação das contas de 2015, que automaticamente ficam fechadas a 31 de Dezembro deste ano, estava concluída. “A Auditoria aos custos recuperáveis tanto da Área 1 tanto da Área 4 é uma actividade que o INP, em conjunto com a Autoridade Tributária e outros representantes, já está a executar. Até final deste ano vamos ter um relatório de como os auditores vêm os custos que foram ocorridos”, afirmou Carlos Zacarias.

Previsão de chuvas no Centro e Norte nesta 5ª feira; 33º em Maputo

O Instituto Nacional de Meterologia prevê o seguinte estado do tempo para esta quinta-feira (11) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado, localmente muito nublado. Possibilidade de chuvas acompanhadas de trovoa
@Verdade - Últimas

Previsão de chuvas no Centro e Norte nesta 5ª feira; 33º em Maputo

O Instituto Nacional de Meterologia prevê o seguinte estado do tempo para esta quinta-feira (11) em Moçambique: nas províncias de Niassa, Cabo Delgado e Nampula céu pouco nublado, localmente muito nublado. Possibilidade de chuvas acompanhadas de trovoadas, principalmente nas terras altas de Nampula e Niassa Vento de sueste a nordeste, fraco a moderado. Para as províncias de Tete, Zambézia, Manica e Sofala céu pouco nublado, localmente muito nublado. Possibilidade de chuvas com trovoadas no interior da Zambézia e norte de Tete. Vento de sueste a nordeste, fraco a moderado. Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo céu pouco nublado a limpo. possibilidade de nevoeiros, durante a madrugada, em Maputo, Inhambane e sul de Gaza. Vento de sueste a nordeste fraco a moderado. Eis as temperaturas previstas: Cidade Tempo Máx ºC Mín ºC Maputo 33 18 Xai-Xai 30 19 Inhambane 30 19 Vilankulo 29 20 Beira 31 21 Chimoio 30 14 Tete 37 21 Quelimane 32 20 Nampula 32 19 Pemba 30 20 Lichinga 26 11

Presidente da Comissão Nacional de Eleições chama de “cães” aos seus críticos

O Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) chamou de “cães” a “esses que andam a falar mal de mim, chamam-me ladrão de votos”. O Sheik Abdul Carimo Nordine Sau, que entrou para a CNE num processo pouco transparente e “driblando” toda
@Verdade - Últimas

Presidente da Comissão Nacional de Eleições chama de “cães” aos seus críticos

O Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) chamou de “cães” a “esses que andam a falar mal de mim, chamam-me ladrão de votos”. O Sheik Abdul Carimo Nordine Sau, que entrou para a CNE num processo pouco transparente e “driblando” todas Organizações da Sociedade Civil envolvidas no escrutínio eleitoral, acrescentou que não vai parar o trabalho “para lhes atirar pedras” Num encontro com representantes de partidos políticos, coligações de partidos políticos, grupos de cidadãos eleitores proponentes, organizações da sociedade civil e observadores eleitorais, na passada sexta-feira (05), em Maputo, Abdul Carimo considerou absurdo que os académicos e os líderes das formações políticas sustentem boatos com o intuito de descredibilizar um processo eleitoral feito com muita dedicação. “Eu vivi 10 anos no deserto. Vocês sabem que no deserto anda-se e viaja-se de camelos” disse o presidente da CNE explanando que ao longo do percurso “é normal aparecerem cães” que ladeiam os camelos e latem. “Ai daquele que quiser parar a viagem e atirar pedras aos cães. Não vai viajar”. Servindo-se dessa história, pessoal ou ficcionada, o Sheik Abdul Carimo afirmou que: “Esses que andam a falar mal de mim, chamam-me ladrão de votos e até pedem que eu devia ir preso, são esses cães e a que eu não vou dar atenção e parar para lhes atirar pedras (...). Vou continuar a fazer o meu trabalho”. Acontece que o trabalho apresentado por Abdul Carimo Nordine Sau de certa forma corrobora os seus críticos pois são conhecidos problemas que mancharam as Eleições Autárquicas de 2013 e Gerais de 2014 sempre beneficiando ao partido Frelimo. Ora a indicação do Sheik para a Comissão Nacional de Eleições em 2013 foi um autentico “golpe de estado” à Sociedade Civil que então se havia mobilizado para escrutinar os pleitos eleitorais. Abdul Carimo Nordine Sau passou de líder do processo público e transparente de escolha dos membros da Sociedade Civil que iriam ser indicados para os órgãos eleitorais a candidato único indicado por pelo líder de uma das agremiações envolvidas no concurso. A candidatura do Sheik foi tramitada sorrateiramente por Brazão Mazula, que fazendo uso do Centro de Estudos de Democracia e Desenvolvimento, do qual era membro, ignorando uma lista de individualidades aprovadas por unanimidade pela Sociedade Civil reunida no Observatório Eleitoral.

Indivíduos espancam cidadão até à morte em Ulongué

Um cidadão foi violentado fisicamente até à morte, na noite de domingo (07), no distrito de Angónia, província de Tete, por quatro indivíduos, alegadamente por ter danificado o vidro da viatura na qual os agressores se faziam transportar. O crime oco
@Verdade - Últimas

Indivíduos espancam cidadão até à morte em Ulongué

Um cidadão foi violentado fisicamente até à morte, na noite de domingo (07), no distrito de Angónia, província de Tete, por quatro indivíduos, alegadamente por ter danificado o vidro da viatura na qual os agressores se faziam transportar. O crime ocorreu algures na vila de Ulongué. A viatura destruída, do tipo minibus, tinha a matrícula AEY 216 MC e o vidro traseiro ficou totalmente destruído. Os agressores acreditaram que o pedregulho que criou danos ao carro foi propositadamente arremessado pelo malogrado. Em conexão com a morte a que nos referimos, a Polícia da República de Moçambique (PRM), em Ulongué, deteve o condutor da viatura em causa. Ainda segundo as autoridades policiais, o automobilista mobilizou outras quatro pessoas, das quais uma criança de 14 anos de idade, para arrastarem a vítima até o interior do minibus, onde em conjunto submeterem-na a maus-tratos. Matias Cutuberto, comandante distrital da PRM, em Angónia, confirmou o facto a jornalistas. De acordo com ele, a violência foi de tal sorte que o carro ficou deveras ensanguentado.

Get more results via ClueGoal